Dias do escurinho: Da servidão moderna

da-servidao-modernaÉ interessante como as redes sociais muitas vezes nos apresentam coisas maravilhosas. Neste último domingo (01), estava eu de bobeira pelo facebook quando um amigo postou em um grupo ao qual participo o documentário “Da servidão moderna” e mudou a minha noite. Tem filmes que têm uma capacidade incrível de fazer a pessoa pensar e refletir sobre a vida. Afinal, nem só de blockbusters vivem os seres humanos, não é mesmo?

O cinema me encanta exatamente pelo poder de reflexão que as histórias contadas naquela telona tem. É certo que o filme ao qual estou me referindo não pude ver no cinema, mas mesmo assim não perdeu o seu poder de crítica.

O documentário, produzido de forma independente, tem 52 minutos de muita reflexão e crítica sobre a nossas sociedade moderna e capitalista. Com imagens de diversos filmes e documentários, o filme vai apontando como nós, seres humanos, somos levados a um caminho de servidão em que toda a nossa vida é condicionada a manter um sistema político, econômico  e social que não é justo e só se sustenta na desigualdade.

A direção é de Jean-François Brient e Victor León Fuentes e todo o texto é inspirado nas contribuições de estudiosos como Diógenes de Sinope, Karl Marx, Etienne de la Boétie e Guy Debord, nos fazendo refletir como todos os aspectos das nossas vidas são influenciados por valores capitalistas e nem percebemos o quanto somos manipulados de tal forma que corroboramos para a manutenção da injustiça social.

O filme começa logo com a seguinte frase:

Mostrar a realidade tal qual é na verdade e não tal como mostra o poder, constitui a mais autêntica subversão. Somente a verdade é revolucionária.

Logo abaixo vocês podem ver o filme na íntegra e legendado. Vale muito a pena investir 52 minutos do seu dia e tentar entender a sociedade sob uma perspectiva diferente da que nos ensinaram. As diferentes visões fazem nossas mentes pensarem melhor. Pense nisso!

Sonhar com outro mundo tornou-se um crime criticado unanimemente pelos meios de comunicação e os poderes. Não existe loucura maior do que a do sistema atual.

Anúncios

Dias do Escurinho: Vila Mimosa

vilamimosa

A Cidade Maravilhosa não é conhecida apenas por suas belezas naturais e pelas favelas, a prostituição também é uma das coisas que muita gente cita ao falar do Rio de Janeiro. E esse tema tem muitas visões, muitos trabalhos audiovisuais realizados, muitas músicas e trabalhos sociológicos, etc, etc, etc.

Mas você já ouviu falar de Vila Mimosa? Segundo a Wikipédia é uma das áreas de prostituição mais famosas do Rio e iniciou a se formar quando imigrantes do Leste Europeu vinham para o Brasil sem marido e sem dinheiro. Hoje passam por lá milhares de pessoas todas as semanas.

No documentário de Orsi Balogh e José Santos, podemos conhecer um pouco as histórias de mulheres que têm naquele lugar suas vidas construídas. São muitos momentos interessantes. O documentário é um curta de 14 minutos  e muito bom de assistir. Então, pare o que você está fazendo e veja agora.

Dias do Escurinho: Antes do amanhecer

before_sunrise

Tem filmes que passam por nossas experiências de vida e representam muito na história que iremos escrever no futuro. Não precisam ter efeitos especiais estonteantes, nem 3D, nem reviravoltas mirabolantes no roteiro. Basta apenas um diálogo entre dois seres humanos para nos fazer pensar sobre várias coisas da vida.

Assim é o filme Antes do amanhecer (1995) que assisti pela primeira vez em 2001. Naquele momento eu fiquei impressionada como apenas dois personagens, conversando e se conhecendo, poderiam prender tanto a nossa atenção. A minha prendeu e ele entrou na minha lista de filmes favoritos de toda a vida.

Continuar lendo

Desafio 365 Filmes: resultado

Comecei o ano de 2012 empolgadíssima com um desafio cinematográfico: assistir 365 filmes em 1 ano. Para minha tristeza eu não consegui chegar nem perto. Foram apenas 64 filmes novos assistidos.

Trago nesse post a lista completa e curtos comentários para ficar como dica para quem queira fazer o desafio este ano. Com relação à minha pessoa, esse ano o desafio é ao menos ultrapassar esse número de 2012. Acho que consigo. Acompanhem a saga por aqui, no blog “Dias do escurinho”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dos filmes lançados no cinema em 2012 e que dei nota 5, separei e coloquei na ordem os que mais gostei. E quais os filmes que você mais curtiu no ano passado?

1 – Batman: o cavaleiro das trevas retorna

2 – O Hobbit

3 – Os Descendentes

4 – O impossível

4- As aventuras Tintim

5 – À beira do caminho

6 – 2 Coelhos