Dias do escurinho: Os Vingadores e Branca de Neve e o Caçador

Hoje é dia de falar sobre mais dois filmes que vi nestas últimas semanas: Os Vingadores e Branca de Neve e o Caçador (ambos ainda estão em cartaz nos cinemas potiguares). Então vamos lá? Lembrando que os comentários abaixo não pretendem ser críticas especializadas, apenas umas poucas linhas sobre os dois títulos em cartaz.

Os Vingadores

Os Vingadores era um dos filmes de super-heróis mais esperados para este ano. O resultado não decepciona, especialmente os fãs dos quadrinhos. Não que eu tenha acompanhado a história nas páginas da Marvel, mas alguns amigos me contam que o filme conseguiu passar a essência das HQs para a tela, o que já é um grande feito.

Porém, eu como fã de super-heróis de cinema, não posso deixar de observar algumas falhas no roteiro. Muito fraco e cheio de lugar-comum, o roteiro de Os Vingadores perde a oportunidade de ser um bom exemplo de blockbuster, que pode ter grandes filmes. Vejam os dois filmes do Batman, são ótimos exemplos de como os blockbusters podem sim ser inteligentes no roteiro e ainda assim agradar as multidões cinéfilas.

Mas o filme não deixa de empolgar com os efeitos, com a interação entre os personagens, a trilha sonora, o desenho de som. Porém, confesso que esperava mais do filme; principalmente quando saí da sala de cinema pela segunda vez, percebi o quanto ele poderia ter sido melhor.

Branca de Neve e o caçador

Apesar da presença da Kristen Stewart, eu estava aguardando ansiosa pelo filme. Uma nova roupagem para a história popularizada pela Disney. Como não ficar curiosa para ver uma historinha infantil sob uma perspectiva mais densa e até mesmo mais sombria? Eu fiquei, e muito.

O filme consegue passar essa versão sombria sobre a história da Branca de Neve, porém se não fosse o empenho de Charlize Theron e o ótimo trabalho da equipe de arte e fotografia, teríamos um filme medíocre.

Como pensar em um filme como esse ter a Rainha mais bonita do que a Branca de Neve??? Como se sentir cativado pela Branca de Neve se a atriz não se esforça em cativar o público? Como aguentar a Kristen fazendo a mesma atuação pífia de Crepúsculo? Impossível, né?! Mas eu aguentei até o final e, apesar das atuações fracas, o filme consegue entreter, mas é mais um que perdeu seu potencial de ficar marcado na história cinematográfica de 2012.

Para ler mais sobre cinema: Dias do Escurinho, Toca do Cinema e Curtas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s